Política de gestão de riscos corporativos

OBJETIVO

O objeto deste documento é determinar medidas de prevenção dos riscos corporativos, bem como regulamentar os procedimentos para detectar e dirimir tais riscos de forma célere.

Os líderes de cada setor serão nomeados para compor a linha de frente, passando para os demais colaboradores os procedimentos previstos neste termo, devendo fiscalizá-los quanto ao seu integral cumprimento.

DIRETRIZES E PROCEDIMENTOS DE CADA SETOR

Área Financeira: com o devido cuidado analisa e fiscaliza todos os aportes e resgates, gerencia a conferência de relatórios via sistema, extratos e demais documentos decorrentes do fechamento mensal para minimizar possíveis erros de lançamentos no sistema.
 

Área Tecnológica: detectado algum tipo de erro, comportamento ou anomalia em sistema e ferramentas, o setor imediatamente realiza um processo de correção e após o procedimento aplica testes de prevenção de problemas.
 

Área Together (ONG): para realização de eventos, analisa a segurança do local, estrutura, acessibilidade e credibilidade das empresas prestadora de serviço.  

Área de Marketing: analise junto aos demais setores da empresa as informações que serão publicadas para evitar a publicação informações erradas ou equivocadas.
 

Área de Auditoria: Identifica e destaca casos que possam oferecer problemas decorrentes do volume/valor das transações. Se necessário confecciona relatório para uso do compliance e diretoria, mencionando a prevenção de riscos e prevenção a lavagem de dinheiro (PLD).
 

Área Jurídica: analisa contratos de maneira geral orientando a empresa sobre possíveis sanções decorrentes deles. Analisa as informações divulgadas pela empresa, e a orienta de maneira que todos os seus procedimentos estejam adequados à legislação vigente, informando a empresa sobre as atualizações legislativas para que proceda as alterações se necessário.

REGRAS PARA GERENCIAMENTO DE RISCOS

A estrutura de gerenciamento de risco deve ser segregada por linhas de defesa, capaz de avaliar periodicamente os processos, práticas e controles com o objetivo de identificar e mensurar vulnerabilidades que podem acarretar perdas e, consecutivamente, impactar os objetivos de negócio.

Os processos devem possuir atividades de controles que assegurem que seus riscos sejam conhecidos, controlados e mitigados adequadamente.

© 2017 Fintech TopSpin